Sexta, 31 Outubro 2014

Last update:03:42:29 PM GMT

A voz Local

Notícias de Felgueiras

Felgueiras comemora os 500 anos do Foral durante o mês de Outubro

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
FELGUEIRAS COMEMORA OS 500 ANOS DO FORAL DURANTE TODO O MÊS DE OUTUBRO
Felgueiras completa, no próximo mês, 500 anos de existência como concelho, tendo a sua génese com a atribuição de Foral, por D. Manuel I a 15 de outubro de 1514, que confirma a importância socioeconómica que esta terra foi conseguindo ao longo do tempo.
Para assinalar tão importante data, a Câmara Municipal vem comemorando a efeméride ao longo do ano e continuará até março de 2015 (altura em que se comemora, também, os 500 anos do Foral a Unhão, concelho já extinto), e prepara, para o mês de outubro, um conjunto de atividades festivas da outorga a Felgueiras, com a seguinte a programação:
Concertos do Foral | Casa das Artes de Felgueiras
3 de outubro (sexta-feira), 21H30 - Concerto da Banda de Música de Felgueiras.
4 de outubro (sábado), 21H30 - Concerto Quinhentista, por: Art Music – Berço da Cultura da Lixa; Conservatório de Música de Felgueiras; Escola de Música e Canto das Paróquias de Sendim, Friande e Jugueiros; Universidade Sénior e Ocupacional da Lixa; Grupo GRAAL – Grupo Revitalizador da Amizade e Animação da Lixa; e os Pequenos Cantores de Margaride.
5 de Outubro (sábado), 15h00 - Concerto comemorativo da Implantação da República com a Banda de Música da Lixa
Comemoração dos 500 anos da Outorga do Foral de Felgueiras | Paços do Concelho
15 de outubro (quarta-feira), 21h00.
Apresentação do livro “Foral de Felgueiras” pelo Prof. Doutor Pedro Vilas Boas Tavares e Prof. Doutora Cristina Alegre;
Homenagem a Instituição local e regional
Felgueiras Quinhentista - Recriação histórica da entrega do foral de D. Manuel I ao concelho de Felgueiras | Praça da República:
18 e 19 (sábado e domingo) de outubro - Mercado Quinhentista
18 de outubro - Ceia quinhentista
19 de outubro - Cortejo Quinhentista
Felgueiras completa, no próximo mês, 500 anos de existência como concelho, tendo a sua génese com a atribuição de Foral, por D. Manuel I a 15 de outubro de 1514, que confirma a importância socioeconómica que esta terra foi conseguindo ao longo do tempo. Para assinalar tão importante data, a Câmara Municipal vem comemorando a efeméride ao longo do ano e continuará até março de 2015 (altura em que se comemora, também, os 500 anos do Foral a Unhão, concelho já extinto), e prepara, para o mês de outubro, um conjunto de atividades festivas da outorga a Felgueiras, com a seguinte a programação:
Concertos do Foral | Casa das Artes de Felgueiras3 de outubro (sexta-feira), 21H30 - Concerto da Banda de Música de Felgueiras.4 de outubro (sábado), 21H30 - Concerto Quinhentista, por: Art Music – Berço da Cultura da Lixa; Conservatório de Música de Felgueiras; Escola de Música e Canto das Paróquias de Sendim, Friande e Jugueiros; Universidade Sénior e Ocupacional da Lixa; Grupo GRAAL – Grupo Revitalizador da Amizade e Animação da Lixa; e os Pequenos Cantores de Margaride.5 de Outubro (sábado), 15h00 - Concerto comemorativo da Implantação da República com a Banda de Música da Lixa
Comemoração dos 500 anos da Outorga do Foral de Felgueiras | Paços do Concelho15 de outubro (quarta-feira), 21h00.Apresentação do livro “Foral de Felgueiras” pelo Prof. Doutor Pedro Vilas Boas Tavares e Prof. Doutora Cristina Alegre;Homenagem a Instituição local e regional
Felgueiras Quinhentista - Recriação histórica da entrega do foral de D. Manuel I ao concelho de Felgueiras | Praça da República:18 e 19 (sábado e domingo) de outubro - Mercado Quinhentista18 de outubro - Ceia quinhentista19 de outubro - Cortejo Quinhentista

Presidente CETS encontra-se com Novo Comissário Português em Bruxelas

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
PRESIDENTE DO CETS ENCONTRA-SE COM O NOVO COMISSÁRIO PORTUGUÊS EM BRUXELAS
15 de setembro 2014 –   O comissário designado por Portugal para o novo executivo comunitário, Carlos Moedas (Engº.), o qual será responsável pela pasta da Investigação, Ciência e Inovação, encontrou-se com o presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS), Luís Miguel Ribeiro (Dr.), em Bruxelas.
Na ocasião, o dirigente sublinhou a importância deste encontro para a região do Tâmega e Sousa: “O Conselho Empresarial teve o privilégio de ser ouvido, de trocar algumas impressões com o novo comissário que abraçará uma pasta importantíssima para a Europa e, claro está, para a nossa região. A Investigação, Ciência e Inovação , são, de facto, vitais para o crescimento sustentável. O Tâmega e Sousa, em particular, é uma região que possui cinco dos principais setores nacionais (têxtil/calçado, mobiliário/madeira, extração/transformação de granitos, agroindústria e metalomecânica) e que tem vindo a posicionar-se como um centro estratégico de afirmação de Portugal no mundo. Como tal, o apoio contínuo e a aposta nestas áreas  - diretamente relacionadas com o programa “Horizonte 2020” que disponibiliza 80 mil milhões de euros – são fulcrais para aumentar a competitividade das nossas empresas e proporcionar crescente qualidade de vida à região”.
Sobre o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa
O Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) nasce da vontade manifestada pelas 12 Associações Empresariais da região (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel, Resende e Vila Meã) em constituírem uma estrutura representativa, de forma a contribuir mais eficazmente para os novos processos de desenvolvimento regional.
O CETS tem como finalidade o desenvolvimento homogéneo e sustentado, o estudo, a defesa e a promoção das empresas e dos interesses socioeconómicos da Região NUT III Tâmega, mediante a cooperação e representação das respetivas estruturas associativas empresariais, assim como outras organizações que o integrem.
Para mais informações consulte: www.cets.pt | https://www.facebook.com/cetamegasousa
O comissário designado por Portugal para o novo executivo comunitário, Carlos Moedas (Engº.), o qual será responsável pela pasta da Investigação, Ciência e Inovação, encontrou-se com o presidente do Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS), Luís Miguel Ribeiro (Dr.), em Bruxelas.  Na ocasião, o dirigente sublinhou a importância deste encontro para a região do Tâmega e Sousa: “O Conselho Empresarial teve o privilégio de ser ouvido, de trocar algumas impressões com o novo comissário que abraçará uma pasta importantíssima para a Europa e, claro está, para a nossa região. A Investigação, Ciência e Inovação , são, de facto, vitais para o crescimento sustentável. O Tâmega e Sousa, em particular, é uma região que possui cinco dos principais setores nacionais (têxtil/calçado, mobiliário/madeira, extração/transformação de granitos, agroindústria e metalomecânica) e que tem vindo a posicionar-se como um centro estratégico de afirmação de Portugal no mundo. Como tal, o apoio contínuo e a aposta nestas áreas  - diretamente relacionadas com o programa “Horizonte 2020” que disponibiliza 80 mil milhões de euros – são fulcrais para aumentar a competitividade das nossas empresas e proporcionar crescente qualidade de vida à região”. 
Sobre o Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa 
O Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) nasce da vontade manifestada pelas 12 Associações Empresariais da região (Amarante, Baião, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Paços de Ferreira, Penafiel, Resende e Vila Meã) em constituírem uma estrutura representativa, de forma a contribuir mais eficazmente para os novos processos de desenvolvimento regional.O CETS tem como finalidade o desenvolvimento homogéneo e sustentado, o estudo, a defesa e a promoção das empresas e dos interesses socioeconómicos da Região NUT III Tâmega, mediante a cooperação e representação das respetivas estruturas associativas empresariais, assim como outras organizações que o integrem.

CETS torna-se membro da European Projects Association

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

O Conselho Empresarial do Tâmega e Sousa (CETS) acaba de se tornar associado efetivo da European Projects Association (EPA).

Instalada no centro de Bruxelas e com grande proximidade às instituições europeias, os objetivos da European Projects Association, e desde logo os do CETS na adesão à mesma, passam pela disseminação de informação, networking, serviços e ferramentas necessárias para melhorar a participação em projetos financiados pela União Europeia.

De acordo com o Presidente do CETS, Luís Miguel Ribeiro, “pretende-se dar mais um passo para que a região do Tâmega e Sousa e os seus agentes institucionais tenham os necessários meios para uma maior capacidade de captação e utilização de fundos comunitários, tão necessários ao reforço da competitividade regional”.

A adesão à instituição europeia surge na sequência da apresentação do projecto be.TAMS (programa de aceleração experimental, desenhado  para impulsionar a inovação e o desenvolvimento na região do Tâmega e Sousa) e do encontro com o Vice-Presidente do Parlamento Europeu, Alejo Vidal-Quadras, e o Diretor de Projetos (Empresa e Indústria) da Comissão Europeia, Pedro Ortún, em Abril deste ano.

Felgueiras afirma-se como Capital do Calçado

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

 

"Divulgar a competência das nossas empresas e a nossa aposta na formação de profissionais multifacetados e capazes de responder aos desafios" realçou o presidente da Câmara Municipal, Inácio Ribeiro quando questionado sobre o objetivo da realização da Gala Anual de Estilismo de Calçado - Descalço.

A Câmara Municipal de Felgueiras, em parceria com a empresa municipal ACLEM – Arte, Cultura e Lazer, e com a Escola Profissional de Felgueiras, apresentou no sábado, dia 26 de Julho, as últimas tendências da moda do calçado na Gala Anual de Estilismo de Calçado.

A Praça Dr. Machado de Matos foi o palco escolhido para a realização do maior desfile de calçado promovido no país, que contou também com a presença do Presidente da Assembleia Municipal, Rui Marinho, de vereadores do executivo municipal, entre outros autarcas.

Com esta iniciativa o município pretende dar uma maior projeção à atividade predominante no concelho e que muito tem contribuído para o aumento das exportações do país. 
Os criadores e empresas representadas neste desfile apresentaram aos milhares de espetadores inúmeros modelos de sapatos e de acessórios de moda para todas as idades e gostos.

A comemoração dos "500 anos do Foral" foi o tema da coleção apresentada pelos alunos da Escola Profissional de Felgueiras resultante da "combinação das perspetivas e experiências dos jovens criadores sem nunca esquecer as nossas raízes, a história e a identidade do nosso concelho", realçou o presidente da autarquia.

O desfile resulta da aposta da Câmara Municipal na promoção do concelho como capital do calçado, sendo o objetivo da iniciativa "divulgar a competência das nossas empresas e a nossa aposta na formação de profissionais multifacetados e capazes de responder aos desafios, de propor soluções inovadoras e, sobretudo, atentos às múltiplas solicitações do mercado".

Refira-se que, segundo dados apresentados pela Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado Componentes e Artigos de Pele e seus Sucedâneos (APICCAPS) as exportações de calçado de Felgueiras registaram, nos últimos 3 anos, um crescimento de 60% e o nível de desemprego reduziu 40%.
Pela passerelle passaram vários nomes sonantes do mundo da moda portuguesa, e desfilaram com calçado e adereços desenvolvidos e produzidos por empresas de Felgueiras (Marisa Cruz, Afonso Vilela, Frederico, Francisca Miguel, Daniel Gomes, Diana Oliveira, Luis Marinho, Julien, Bruno Pereira, Matilde).
O desfile foi enriquecido com muita animação, com apontamentos históricos do concelho e com momentos musicais apresentados pela conhecida comunicadora Marisa Cruz.

Estiveram representadas no evento as seguintes entidades e marcas: Escola Profissional de Felgueiras, Academia do Design do Calçado, Perfect Eject, Dkode, Codenoir by Souto, Shoes Viago, Lieutenant, Jefar Pratik, Ital Art, Felmini, Savana, Tel Yoh by Savana, Tentoes, Sopel calçado, Hugo Manuel.

 

Tribunal de Contas aprova a colocação do relvado sintético no Campo de Jogos da Lixa

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF
campo_da_lixaO Tribunal de Contas visou o processo de construção do relvado sintético a instalar na Zona Desportiva da Lixa, dando luz verde à autarquia e ao Futebol Clube da Lixa para avançarem com a empreitada.
O presidente da Câmara Municipal de Felgueiras, Inácio Ribeiro, expressou grande satisfação com a notícia e realçou que: “o visto do Tribunal de Contas é o culminar de uma longa luta que temos vindo a travar, de forma determinada, para que a população da Lixa tenha um Parque de Jogos que reúna todas as condições e a sua população possa desfrutar dele”.
Está a decorrer a 2ª fase das obras de construção dos balneários do campo de jogos da Lixa e, depois de concluídas, este parque desportivo ficará dotado das infraestruturas necessárias a uma utilização condigna para quem utiliza este espaço para a prática desportiva, por forma a substituir os balneários pré-fabricados existentes, bastante degradados.

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL